Casamentos

Voltar

Comentários

Impacto econômico e estratégias para a festa

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia – ABIH/BA, o Ministério do Turismo, a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia - Setur, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – Secult e o Trade Turístico baiano estiveram reunidos, ontem, no Fasano Salvador. Na pauta, discutir os impactos econômicos do Carnaval e definir estratégias para o fortalecimento do setor. Segundo o presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, os dados são otimistas em relação à hotelaria de Salvador. A taxa de ocupação de 2019 superou o ano anterior e os resultados tendem a ser mais expressivos em 2020 com a expectativa de crescimento da economia, o novo Centro de Convenções, a requalificação da infraestrutura do aeroporto e mais feriados prolongados. Em relação ao Carnaval a previsão de ocupação hoteleira é de 95% e picos de até 100% durante a festa, disse. Confira quem circulou no evento, em cliques de Paulo Sousa.

Outros Eventos