Retrato Falado

  • POR JACQUES DE BEAUVOIR

    Bate papo com Rafaela Meccia

    Entrevista com - Rafaela Meccia -
    • Festejada como promoter número 01 de Salvador, a produtora de eventos Rafaela Meccia está com agenda lotada para este verão. Até chegar a tal posição, que já contabiliza quatro anos de atividades, estudou moda, investiu em lojas e se formou em Administração. Tudo começou com festas pequenas. Seu primeiro trabalho como promoter foi para o Camarote Contigo no Carnaval da Bahia. Neste bate papo com o Bahia Vitrine, Rafaela conta mais de sua vitoriosa carreira. Esta entrevista, foi publicada em 2015 no Bahia Vitrine. Os cliques são de Paulo Sousa.

    • Jacques de Beauvoir
      Você ocupa lugar de destaque como promoter em Salvador. Como foi a caminhada e os requisitos para chegar lá?

      - Rafaela Meccia -:

      Confesso que não me preparei para trabalhar com eventos. Sempre estudei focada em moda, por isso, não sei definir os pré-requisitos! Depois de formada em Administração e seis anos trabalhando com varejo de roupas, o que era um hobby, se tornou a minha principal atividade. Adorava organizar festas de amigos. E foi o aniversário da mãe de um grande amigo, que deu "start" na minha carreira como produtora de eventos. Mas, sem dúvida, esse conjunto foi primordial para alcançar meus objetivos profissionais.

    • Jacques de Beauvoir
      Então os investimentos que antecederam à sua atual atividade foram realmente de muita valia...

      - Rafaela Meccia -:

      Sempre adorei moda e foi muito prazeroso ter estudado e trabalhado com isso. O curso de Administração foi uma base para minha carreira de empresária, seja na moda ou nos eventos. Abri minha primeira loja aos 21 anos, ainda na faculdade. Aprendi muito durante os seis anos que trabalhei no varejo, sendo fundamental para ampliar minha rede de relacionamentos, o que impulsionou minha atividade de promoter.

       

    • Jacques de Beauvoir
      Ser promoter requer muito jogo de cintura e conhecer pessoas. Que critérios você usa para uma lista de convidados. É necessário ser colunável, bonito e rico?

      - Rafaela Meccia -:

      Para desenvolver uma lista de convidados preciso, antes de qualquer coisa, ouvir o meu cliente. Ummailing não deve atender amigos e interesses pessoais, deve atender às expectativas de quem me contratou. No geral, uma boa lista tem um pouco de tudo: animados, colunáveis, cultos, empreendedores, artistas e gente linda porque todo mundo aprecia a beleza!

       

    • Jacques de Beauvoir
      Como produtora de eventos, qual a diferença na organização entre uma festa grande e uma pequena?

      - Rafaela Meccia -:

      Muitas vezes uma festa para 50 pessoas tem o mesmo número de fornecedores de uma para 500. A dinâmica muda muito, desde o tempo depreendido em reuniões até montagem e desmontagem.